Carrie Fisher ficou muito feliz com final de Rogue One, diz supervisor da ILM [spoilers]

0

Se você já assistiu Rogue One: Uma História Star Wars, sabe que Leia Organa aparece no final do filme, recebendo os planos da Estrela da Morte. A Princesa foi recriada digitalmente, a partir da captura dos movimentos da atriz Ingvild Deila.

A cena acabou, coincidentemente, sendo uma grande homenagem a Carrie Fisher, que faleceu dias após o lançamento do derivado.

Segundo o supervisor de efeitos especiais da ILM e produtor, John Knoll, todo o processo foi supervisionado por Carrie Fisher.

“Kathleen Kennedy (presidente da Lucasfilm) deixou tudo muito claro desde o início. Só poderíamos prosseguir se Carrie gostasse do que estávamos fazendo”.

E ela aprovou.

“Carrie viu o progresso do trabalho e viu o projeto concluído. Ela ficou muito feliz. Kathy disse que ela chegou a se contorcer de alegria”.

Sobre o Episódio IX da saga, Knoll ainda não sabe o que será feito, já que Fisher não chegou a gravar cenas do filme.

“O que sei é que ela teria um papel muito maior em Episódio IX, mas agora eles terão que mudar tudo. Eu não fui envolvido em qualquer solução técnica, ainda”.

Compartilhe

Sobre o autor

A casa de todos os fãs de Star Wars. Notícias, vídeos, colunas e tudo sobre a maior saga da galáxia.

Deixe seu comentário