A Lenda de Darth Plagueis, o Sábio

1

Calma, também não ouvi a tragédia completa de Darth Plagueis, o Sábio, é uma história que um Jedi não contaria. No entanto é fascinante como um Sith tão poderoso quanto o próprio Vader adquiriu um conhecimento extremo do lado Sombrio da Força a ponto de ter a capacidade de influenciar os midi-chlorians, esses componentes científicos e biológicos existente nas células, algo que Obi-Wan nem mesmo Yoda nos explicaram na Trilogia Original. Ouvimos falar de midi-chlorians pela primeira vez em A Ameaça Fantasma, e para os fãs que ficaram revoltados com essa explicação saibam que já em agosto de 1977 George Lucas mencionava os queridos midi-chlorians e suas funcionalidades nas células dos seres da galáxia. Sempre me perguntei também como um Sith pode ser sábio, mas devo admitir que Darth Plagueis, o Sábio, é digno de se tirar o chapéu. Da espécie Muun, Hego Damask, seu nome verdadeiro antes de se tornar Sith, era sucessor do clã bancário e um dos Muun mais ricos e influentes de toda a galáxia. Sua sabedoria ao adquirir uma técnica para manipular os midi-chlorians e criar vida a partir disso é impressionante, com isso ele pôde ter o controle total sobre o corpo, a morte e a vida, sendo assim ele impedia que as pessoas morressem além de criar a própria vida.

É uma pena que a obra de James Luceno intitulada “Darth Plagueis” não seja canônica, há muitas passagens reveladoras sobre essa questão da criação da vida além, é claro, do treinamento de seu aprendiz Palpatine. Em A Vingança dos Sith o próprio Palpatine relata a Anakin sua experiência com seu antigo mestre, aliás essa cena em particular é de extrema importância para concretizar a sedução de Anakin para o lado Sombrio. Porém voltando para o fato da criação da vida, o que me deixa mais desconfiado, com uma das pulgas mais chatas, pelo menos atrás da minha orelha, é que se Plagueis teve realmente todo esse poder e Anakin não teve pai e, segundo o que Shmi Skywalker disse a mestre Qui-Gon, que engravidou sem saber e deu à luz a Anakin, conclui-se que, se não foi pelo poder do Espírito Santo, a única explicação aceita, no universo de Star Wars, obviamente, é que Anakin nasceu dos midi-chlorians estimulados por Plagueis. Tanto que Qui-Gon e Obi-Wan se impressionam perplexamente ao notarem que a contagem midi-chloriana de Anakin vai além de qualquer Jedi. Então, será?

O fato é que o livro de Luceno nos conta com maestria todo o processo político que Plagueis e Sidious arquitetaram, utilizando manobras ilícitas para enfraquecer a estabilidade política da República, estimulando os movimentos separatistas, financiando a construção do exército droide, além de assassinar qualquer adversário político que se atrevesse a estar em seu caminho. No entanto o destaque mesmo de toda a sabedoria de Plagueis era suas experiências com os midi-chlorians em diversos seres das mais variadas espécies, lembrando muito com os experimentos feitos por cientistas nazistas na Segunda Guerra Mundial. O livro de Luceno apesar de fazer parte das Lendas é essencial para conhecermos toda a história e essa tragédia que envolve a vida de Plagueis. Particularmente espero um dia ver uma produção spin-off sendo feita de Darth Plagueis para nos esclarecer melhor como foi todo esse processo político e midi-chloriano e ver Sidious treinando e se tornando também um poderoso Sith. Darth Vader pode ser o maior vilão do cinema, sem dúvida, isso porque ainda não tivemos o prazer de ver na telona a figura monstruosa de Darth Plagueis e toda a sua sabedoria. Infelizmente também para um sábio é chegado a hora de dormir.

Frase de Star Wars que não está em Star Wars:

“Tenha bons sonhos.” Por Darth Sidious

Compartilhe

Sobre o autor

Marcelo Mesquita é membro do Conselho Jedi do Rio de Janeiro e apaixonado por Star Wars.

1 Comentário

  1. Realmente o livro de Darth Plagueis é bem rico sobre as experiências do mesmo, mas a parte sobre criar vida ficou meio que escondido no livro

Deixe seu comentário