O polêmico funeral de Han Solo

0

É evidente que um funeral não é nada agradável, perder um ente querido é quase sempre insuperável para alguns e isso não é diferente quando um dos funerais é de um personagem da ficção. Qualquer nerd amante de quadrinhos, cinema, desenhos animados etc. tem um personagem favorito, e se eventualmente esse personagem morre, talvez nos faça sofrer tanto quanto se fosse uma pessoa da vida real. Quantos devem ter se descabelado ao ler a HQ da morte do Superman na qual incontáveis heróis, a maioria da Liga da Justiça, levavam seu caixão. Inúmeras culturas espalhadas pelo mundo lidam com a morte e seus funerais de uma forma que, pelo menos, a memória do falecido e suas boas ações enquanto viveu fiquem mais nítidas. Povos antigos como os egípcios em seu embalsamento das múmias e os gregos com o ritual de deixar moedas sobre os olhos do morto para, respectivamente, ter o corpo preservado no além e oferecer as moedas para o barqueiro das almas, eram algo que perdurou durante anos. Na mitologia da ficção a romantização fica mais evidente, pelo menos no funeral que na minha humilde opinião foi tão romântico quanto poético, que foi o da Frigga, mãe de Thor, no segundo filme do Deus do trovão: O Mundo Sombrio. E quando o assunto é no universo de Star Wars, onde entram os funerais?

Não é o meu caso, mas aposto que um número considerável de fãs da saga iria adorar ver o funeral de Jar Jar Binks e milhões de fãs do Boba Fett em particular devem lamentar até hoje pela morte indigna do caçador de recompensas, lamentam muito mais ainda pelo fato de Boba estar ridiculamente sendo digerido por mil anos dentro do estômago do Sarlacc, se servir de pequeno consolo, saibam que algumas fontes e inclusive o próprio Lucas já disseram que Fett conseguiu sobreviver de alguma forma, porém… Aguardemos seu spin-off para descobrirmos se isso será revelado. No entanto há um pequeno rumor, repito: é apenas um rumor, não é spoiler, que no Episódio VIII teremos o polêmico funeral de Han Solo. Isso mesmo, nosso querido contrabandista e salafrário teria um funeral antes de seu filme solo, e é aí que entra a questão, apresentar o funeral de um personagem tão querido quanto Solo, mesmo que esse funeral seja simbólico, pois o corpo dele se perdeu com a explosão da base Starkiller, é mesmo necessário? Na minha singela resposta de fã digo que não. Han Solo aparece pela primeira vez em Uma Nova Esperança e está presente em toda a Trilogia Clássica, e mesmo que Harrison Ford quisesse que o personagem morresse desde o princípio, ele conquistou uma quantidade expressiva de fãs. Agora imaginem esses fãs que choraram se esgoelaram e ainda xingaram Kylo Ren de tudo quanto era nome após vê-lo matar Solo, como seria para esses fãs ter que presenciar um funeral do nosso herói? Provavelmente seria muito triste.

Não quero dizer que sou totalmente contra, só estou dizendo que nossos corações não aguentariam. Até hoje, mesmo depois de assistir zilhões de vezes a O Retorno de Jedi, ainda me emociono com a cena que mostra a morte, ou melhor, a entrega para o lado Espiritual da Força de Mestre Yoda. Acompanhamos junto com Luke esse momento e dá um aperto quando vejo ao fundo a última chama da lareira da vida de nosso mestre se apagar em seu humilde lar em Dagobah. Assim como a emoção da cena da pira funerária em que Luke queima o corpo do Anakin redimido ainda travestido de Vader, no final do filme. Todas foram cenas básicas e cruciais para o desenrolar da história e deveriam estar sim na trama, assim como o funeral de Padmé e de Mestre Qui-Gon que também foram necessários para o contexto do enredo. Já o de Solo, no entanto apesar dos pesares vamos torcer para que enquanto Kylo lutava nas planícies da base Starkiller, Chewbacca tenha resgatado o corpo de Solo antes de buscar Finn e Rey, pois se não fosse por Chewie os dois também estariam mortos agora, e assim, podemos ter e talvez até presenciar com muito respeito e emoção um funeral que Han realmente merece.

Frase de Star Wars que não está em Star Wars:

“Ben, antes eu do que Leia e você.” Por Han Solo

Compartilhe

Sobre o autor

Marcelo Mesquita é membro do Conselho Jedi do Rio de Janeiro e apaixonado por Star Wars.

Deixe seu comentário