Status de religião é negado ao Jediísmo por autoridades britânicas

0

O Jediísmo, doutrina de seguidores da Força nascida no início dos anos 2000 no Reino Unido, teve o status de religião negado por autoridades britânicas.

A doutrina começou como uma brincadeira. Em 2001, o Censo do Reino Unido perguntou a população sobre crenças religiosas. Mais de 390 mil pessoas responderam ironicamente, se dizendo “seguidores da Força”. A partir daí, um grupo decidiu levar a sério as mensagens instituídas na saga Star Wars e construíram um sistema de crenças e um código religioso inspirado na franquia. Hoje, o Jediísmo tem mais seguidores que os rastafáris e os jainistas no Reino Unido. De acordo o Censo de 2011, mais de 117 mil pessoas se declaram seguidoras da doutrina, o que a torna a sétima mais popular do Reino Unido.

Os líderes do Jediísmo encaminharam um pedido para a Comissão da Caridade, o órgão do governo britânico que registra e fiscaliza organizações de beneficência, solicitando que um título de caridade fosse dado ao Templo da Ordem de Jedi. O órgão, no entanto, negou o pedido e determinou que o Jediísmo não é uma religião.

Segundo a resposta, “o Jediísmo não promove melhorias éticas ou morais” especificadas na legislação e “não possuía os elementos espirituais e não seculares” que fundamentam uma religião. Não haveria provas suficientes de que a “melhora moral” estaria no centro das convicções e práticas do Jediísmo, além de não haver “coerência, coesão ou seriedade”. Para ser classificada como uma religião, é necessário comprovar os impactos positivos na sociedade em geral. De acordo com a Comissão da Caridade, a doutrina Jediísta possui um foco interno, concentrado em seus próprios membros.

O líder da Igreja do Jediísmo no Reino Unido, Daniel Jones, disse que os Jedis vão continuar a fazer trabalhos de caridade e que está convencido que em cinco anos a resposta será diferente. Para ele, o Jediísmo ainda conseguirá o título de religião.

Compartilhe

Sobre o autor

A casa de todos os fãs de Star Wars. Notícias, vídeos, colunas e tudo sobre a maior saga da galáxia.

Deixe seu comentário